Menu

Tempo para se divertir

Durante nossos 12 anos de casamento, Greg e eu descobrimos que sorrir é saudável, emocionalmente e fisicamente. Ter senso de humor ajuda a manter nossa relação renovada.

Eu sou casada com um brincalhão. Greg consegue ver o lado cômico de todas as coisas, mesmo cansado à noite, ou quando algumas coisas ruins acontecem. Ele está sempre fazendo brincadeiras comigo. Por isso, eu já me alegrava pensando no dia de minha “vingança”.

Meu plano era simples: me esconder em um local escuro e atacar Greg assim que ele entrasse em casa pela garagem. Era perfeito! Enquanto algumas pessoas não gostam de tomar susto, meu marido adora isso. Eu sabia que ele acharia isso engraçado – e eu estaria me vingando por todas as suas brincadeiras.

A porta da garagem foi abrindo lentamente, enquanto o Honda Civic dele chegava depois de mais um dia de trabalho.

“Ele nunca vai esperar por isso”, pensei, e sorri ao imaginar a expressão do seu rosto.

Dei uma risadinha enquanto estava escondida num canto esperando Greg chegar. E permaneci quieta até que a porta abriu. Greg deu dois passos para dentro, notou uma sombra, uma figura sinistra em pé, perto do seu ombro esquerdo. Naquele exato momento, me debrucei sobre ele. Estatelado, Greg soltou um grito estridente e pulou para perto da porta.

“Doce vingança!”, gritei enquanto Greg massageava seu coração. Nos cumprimentamos e nos abraçamos;  eu disse,  “Bem vindo ao lar”, enquanto nós dois riamos.

Depois, sossegamos naquela noite tranqüila. Comecei a refletir sobre o fato de que uma das coisas que mais gosto no meu casamento são as diversões que temos juntos. Fico sorrindo sozinha quando lembro o susto que Greg tomou e da alegria que isso me deu. A melhor parte foi quando, mais tarde, ele me falou como a minha brincadeira o ajudou a se sentir conectado comigo. Quem podia imaginar que minha travessura resultaria em intimidade?

Durante nossos 12 anos de casamento, Greg e eu descobrimos que sorrir é saudável, emocionalmente e fisicamente. Ter senso de humor ajuda a manter nossa relação renovada.

Uma das coisas que mais me atraiu em Greg foi sua capacidade de me fazer rir. Sorrir me trouxe alegria durante o nosso namoro, e continua a me alegrar em todos esses anos. Muitas vezes, no meio do caos da vida, um simples sorriso ou uma brincadeira podem aliviar situações de tensão. Isso cria um tipo de intimidade natural. Greg confessa que depois de um longo dia de trabalho, chegar em casa, em um ambiente cheio de alegria, alivia seu nível de stress.

O humor no casamento sempre me fascinou. Como pesquisei o que os especialistas dizem sobre diversão no casamento, estava dominada pela sua importância.

O livro Fighting for Your Marriage, do conselheiro familiar, Dr. Howard Markman, relata que a quantidade de diversão que um casal vive junto emerge como o principal fator para toda sua felicidade conjugal. Outras coisas acontecem nos relacionamentos – mas bons relacionamentos se tornam maravilhosos quando o casal preserva tanto a quantidade, como a qualidade do tempo em que passam se divertindo.

Porém, a triste verdade é que a maioria dos casais quase nunca compartilha o tipo de diversão que tinham enquanto eram namorados ou recém casados. É como se o desgaste do dia-a-dia tivesse tirado a capacidade e/ou o desejo de se divertirem juntos. Isso faz sentido: ocupados com trabalho, filhos, igreja, e amigos, torna-se difícil encontrar tempo para ficarem juntos.  Jogue os conflitos no lixo e você terá um ambiente perfeito para extrair graça da vida.

Greg e eu juramos que o nosso relacionamento nunca vai perder esse senso de humor, então fizemos disso uma prioridade – até agendamos isso no nosso calendário!  Valorizamos esse momento. Não conversamos sobre assuntos incômodos e também não levantamos questões que podem nos levar a algum conflito.

Através dos anos posso recordar como sorrir e se divertir influenciou momentos estressantes e alegres em nossa casa. Desde a minha recuperação da cesariana até as bagunças com nossos filhos e as brincadeiras planejadas, dar risadas sempre traz Greg para perto de mim. E isso tem sido uma grande diversão.

 

Erin Smalley é conselheira familiar no Smalley Marriage Institute (www.smalleymarriage.com), vive e se diverte em Missouri, EUA.

 

Copyright © 2011 por Christianity Today International

voltar ao topo